SELECIONE SUA REGIÃO E IDIOMA

UNITED STATES
English
LATIN AMERICA
Español
Português
AUSTRALIA &
NEW ZEALAND

English
JAPAN
Japanese
ASIA PACIFIC
English

FECHAR
Voltando a fazer planos, Por Juliana

Voltando a fazer planos, Por Juliana

Para Inspirar

Já vacinados, as coisas querendo voltar ao seu normal, porque não antecipar aquela nossa lista de planos que gostamos tanto de fazer em toda virada de ano, não é mesmo?

O que vou te contar não é uma regra, mas é um formato que para mim funciona super bem.

Eu sempre fiz uma listinha no começo do ano com os meus desejos e objetivos mas não conseguia planejar aquilo de forma efetiva, eu simplesmente jogava o que vinha na minha cabeça e muitas vezes depois de um tempo percebia que não fazia muito sentido o que eu havia escrito. Então comecei a pensar melhor e a tentar imaginar o que eu estava vislumbrando para o próximo ano.

Esse momento de traçar os objetivos tem que ser um momento de clareza, de reflexão. Você deve pensar o que realmente te preenche e o que te faz feliz.

O primeiro passo é tirar um tempo pra refletir sobre o ano que passou, tipo uma retrospectiva sabe?  Você tem que pensar em todas as coisas que aconteceram, quais os desafios e dificuldades você enfrentou, quais erros cometeu, coisas que te frustraram. E pense também nas coisas boas, como no que te deixou feliz e no que te marcou positivamente, tenho certeza que seu ano não foi só desgraça.

Não podemos ficar focando somente no negativo e no fracasso, temos que ser gratos mesmo nos momentos de dificuldade. Temos que agradecer pela nossa vida, pela nossa saúde. Eu estava bem em um dia e no outro dia acordei sem poder andar e escovar os dentes sozinha, coisas básicas que eu não dava valor no dia-a-dia mas que depois que perdi passei a valorizar. Sou muito feliz por agora estar conseguindo novamente escovar os dentes sozinha, tá vendo como felicidade as vezes pode estar presente em coisas que para muitos é insignificante? Levei um bom tempo para começar a pensar desta forma.

A partir dessa reflexão veja o que você quer levar para frente, o que você quer deixar pra trás, o que você quer mudar e se tem alguma característica que você precisa desenvolver pra ser melhor.

Você tem que focar nas ações que estão no seu controle, naquilo que é a sua parte e que não depende de ninguém.

Depois disso você vai definir o seu foco. O meu foco é me desafiar mais em várias áreas.

Agora você vai definir os seus objetivos.

Você pode determinar um grande objetivo por área de vida (pessoal, profissional etc.), mas dentro de cada um deles pode ter objetivos menores, que não vão ser o centro das suas atenções mas que ainda assim são coisas que você vai querer realizar.

O que pode acontecer é que a conquista de um grande objetivo resulte na conquista de outros objetivos menores.

Exemplo: você tem um objetivo de faturamento na sua empresa, atingindo esse objetivo maior ele possibilita trocar de computador, comprar uma impressora nova, fazer aquela viagem que você queria, entre outros.

Mas também pode acontecer o contrário, você não alcançar seu grande objetivo. E aí que entra o segredo, por que não se adaptar e se sentir feliz por ter conseguido objetivos menores e no próximo planejamento se atentar ao porquê de não ter dado certo e se preparar melhor para conseguir em breve?

Quando for traçar os seus objetivos veja bem se é algo que você quer para você e não o que os outros querem. Você tem que sentir que aquilo vai te deixar mais feliz e mais realizado sem se importar com o que as outras pessoas estão pensando.

Depois de definidos esses objetivos, é o momento que você anota tudo que precisa acontecer para que aquele objetivo saia do papel. Exemplo: você é uma pessoa que tem um emprego comum mas quer começar a trabalhar no digital. O que você precisa pra fazer isso acontecer? Ah eu preciso criar um perfil no Instagram, eu preciso criar uma loja virtual, etc. É preciso anotar tudo que é preciso fazer para que aquele objetivo saia do papel. É importante colocar datas, assim você saberá qual o próximo passo.

Essa é a sua receita do bolo, é o seu plano de ação para que aquele objetivo seja realizado.



É legal tirar um tempo e imaginar aquele objetivo sendo realizado. Isso é importante pois vai te dar mais motivação, mas não se desespere caso as coisas não comecem de acordo com o que você planejou, faça o seu melhor e acredite. Pois a vida as vezes se ajusta de forma bem diferente do que imaginamos.

É muito importante estar sempre lembrando dos objetivos e não esquecê-los na gaveta.

Só planejar não adianta, é preciso inserir essas etapas na sua rotina. Então você vai colocar na sua rotina e vai fazer um acompanhamento. Semana após semana, mês após mês, o que você pode fazer daquele passo a passo que você estruturou? Então pequenas coisinhas que você vai fazendo no dia a dia vão te levar para a realização daquele objetivo.

Um objetivo é como um guia, então é aquilo ali que vai direcionar as suas ações, a sua rotina e os seus hábitos. Às vezes vai ser necessário recalcular a rota, por isso é tão importante o acompanhamento pois caso necessário você consegue mudar.

Então esse é o passo-a-passo do que eu faço e espero que ajude a te orientar melhor nesta retomada.

Confesso que quase sempre o caminho acontece bem diferente do que eu tracei, minha vida muitas vezes pegou trilhas muito alternativas, acredito que até inexploradas, onde achei que não iria nunca mais chegar no cume da montanha. E quando menos esperava estava lá em cima avistando coisas lindas acontecendo e eu fazendo parte disso tudo que é a vida.